O que as marcas têm para ensinar?

Postado por
na categoria Noticias

A vida real não é um comercial de margarina.

Uma família sorrindo, acordando disposta para o café da manhã, os filhos indo para a escola com a marca de satisfação estampada na cara. O produto como protagonista dessa felicidade.

A publicidade até hoje foi exatamente isso.

Mas, nas confluências da linha do tempo, as mídias e suas relações com a sociedade mudaram completamente.

O público não dá mais tanta atenção a slogans bonitos, cenas utópicas de comercial e promoções relâmpago.

O que vale é aquilo que realmente gera valor.

Em um oceano de conhecimento e conteúdo que pode ser acessado na palma da mão. Aqueles que tem algo a ensinar, ganham muito mais que aumento de receita. Nós, que vivemos em uma sociedade cada vez mais digital, valorizamos boas ideias e nos interessamos por informação. E as marcas, sabendo disso, precisam se reinventar urgentemente. Por isso, não importa mais o quão bom são os produtos e a beleza dos discursos publicitários, mas o que essas marcas podem ensinar ao público, que tipo de conteúdo relevante e transformador elas podem produzir de modo que consigam mudar pensamentos e até mesmo realidades, criando muito mais que clientes, mas verdadeiros fãs e colaboradores.

O nosso pensamento, pelo menos no brasil, foi por muito tempo, “protetor” e um tanto egocêntrico. Temos medo de compartilhar nossas ideias e conhecimento, tratamos as visões de mundo como “perolas” ou um mapa do tesouro, onde aprendemos a guardar a sete chaves todo nosso arsenal de experiência para não nos passarem pra trás, sem entregar de bandeja o nosso “segredo”. Quando você conhecia uma referência, seja um ator, artista ou profissional reconhecido, muitas vezes essa personalidade tinha um certo receio de compartilhar seu conhecimento justamente por esse tipo de pensamento.

coca_cola_by_whatsername2609-d30503j

Mas, nessa linha do tempo, as coisas estão mudando mais um pouco. Para a nossa sorte.

O vale do silício, nos EUA, desenvolveram durante muito tempo, uma cultura diferente.

O compartilhamento gera mais valor. Quando nós compartilhamos aquilo que sabemos estamos ensinando e gerando valor, e, dessa forma, aprendemos mais.

As marcas precisam compartilhar o que elas sabem, a generosidade é o que verdadeiramente tem valor.

As novas estratégias que geram resultados reais para as empresas envolvem ensino e aprendizado, como marketing de conteúdo, inbound marketing e storytelling.

As estratégias são inúmeras, mas o valor é único, criar conteúdo relevante e que tenha valor para o público.

É compartilhar conhecimento como se fosse para um amigo.

E se você for amigo de alguém. É bem mais fácil vender pra ele.

E isso a gente não aprende em um comercial de margarina.

Aprendeu?

Fonte: www.portalmidiacriativa.com

Tenho certeza que faltou alguma coisa nesse artigo, o que acha? Deixe um comentário abaixo: